Terapeuta Ocupacional - Busca Prof

Contrate

agora

Terapeuta Ocupacional

A Terapia Ocupacional (TO) é uma profissão de nível superior, presente no Brasil há cerca de 50 anos. O conselho regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional no estado de São Paulo aponta que: 

A Terapia Ocupacional é um campo de conhecimento e de intervenção em saúde, educação e na esfera social, reunindo tecnologias orientadas para a emancipação e autonomia de pessoas que, por razões ligadas à problemática específica, fisícas, sensoriais, mentais, psicológicas e/ou sociais apresentam temporariamente ou definitivamente dificuldade da inserção e participação na vida social (CREFITO-3).

O Terapeuta Ocupacional pode trabalhar em diversas áreas e por isso seu perfil profissional é amplo: pode trabalhar em hospitais, clínicas de reabilitação, atendimentos domiciliares, empresas, centros de convivência, escolas entre outros lugares, atendendo pessoas de todas as faixas etárias. 

No estado de São Paulo encontra-se o curso que é integral, com duração média de cinco anos,  nas seguintes faculdades públicas: 

  • Universidade de São Paulo (USP) campus Butantã e Ribeirão Preto, 
  • Universidade Federal de São Carlos (UFScar) campus São Carlos
  • Universidade Estadual de São Paulo (UNESP) campus Marília
  • Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) campus baixada Santista.

Na região metropolitana de São Paulo encontra-se o curso privado em TO na Faculdade de Medicina no ABC.

Os estágios nas universidades públicas geralmente são curriculares e começam a partir do segundo ano da graduação, tendo em média a duração de quatro meses (na USP-SP), não são remunerados mas se configuram como excelentes oportunidades de compreender a atuação da TO em diferentes contextos.  

Segundo o portal Dissídio a média salarial de um TO no estado de São Paulo que trabalha 30h por semana é de R$ 3.072,33. Os salários variam de acordo com o vínculo e local de trabalho.

Uma das dificuldades da profissão é a falta de reconhecimento no senso comum. Frases como “vocês ocupam o tempo das pessoas”, ou “terapia ocupacional é a mistura de fisioterapia e psicologia” infelizmente ainda são frequentes mas os profissionais da área a partir de publicações científicas e práticas efetivas de trabalho tem mostrado a importância e a especificidade do cuidado da TO no mercado de trabalho, aumentando a demanda por contratação do profissional em diferentes áreas.

Antes de escolher a Terapia Ocupacional leia mais sobre o trabalho da profissão, se possível converse com um profissional e entre em contato com as disciplinas da faculdade. O mercado de trabalho para a TO é positivo e boa parte dos estudantes recém formados encontram um emprego nos primeiros seis meses após a formação.


Fontes: CREFITO-3. Definição de Terapia Ocupacional. Acesso em 10 de maio de 2019. Disponível em: <http://www.crefito3.org.br/dsn/terapiaocup.asp>. 
DISSÍDIOS. Média Salarial de um Terapeuta Ocupacional. Acesso em 10 de maio de 2019. Disponível em: <https://dissidio.com.br/salario/cbo-223905/terapeuta-ocupacional/>. 


Daniele Hein é graduada em Terapia Ocupacional pela Universidade de São Paulo (USP) e atualmente faz residência multiprofissional no Hospital das Clínicas da USP.

Tags:

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *