Medicina Veterinária: perspectivas profissionais - Busca Prof

Contrate

agora

A medicina veterinária é o ramo da medicina dedicado à saúde animal, porém, o que muitos não sabem, é que ela também engloba a saúde ambiental e humana, fazendo parte do conceito de Saúde Única. Desse modo, o médico veterinário pode atuar diretamente ou não com animais, o que amplia as áreas de atuação e determina a importância deste profissional para a saúde pública.

As áreas de atuação incluem:

  • a clínica médica de pequenos e grandes animais animais domésticos, selvagens e marinhos;
  • vigilância sanitária (para garantia da qualidade dos produtos de origem animal destinados para o consumo humano);
  • medicina legal para investigação de crimes envolvendo animais;
  • pesquisas para colaboração com o avanço da medicina.

A jornada de trabalho e a remuneração irão depender da área e local de atuação do profissional, podendo variar de acordo com o horário, como horário comercial, finais de semana, feriados e plantões noturnos. A média salarial varia entre R$ 2.000 e R$ 6.000.  

Medicina Veterinária- o curso
.

O curso

O curso de graduação tem duração de cinco anos e deve ser presencial, pois envolve aulas teóricas e práticas. A grade básica envolve disciplinas de anatomia, farmacologia, fisiologia, clínica médica e cirúrgica, imagenologia, patologia clínica, nutrição, produção animal e inspeção sanitária.

O estágio, independentemente da área de atuação escolhida pelo aluno, é imprescindível para o conhecimento e capacitação técnicos. Ele pode ser realizado desde o início do curso e é obrigatório para a conclusão do mesmo. 

Após a graduação, o profissional está habilitado para trabalhar em qualquer uma das áreas acima citadas. Ainda assim, é indicado a realização de cursos de pós-graduação para aperfeiçoamento/atualização do profissional.

Medicina Veterinária- pos graduação

Para aqueles que pretendem atuar com clínica médica, algumas instituições oferecem programas de residência com duração de dois anos e foco na área específica escolhida. Porém, vale lembrar, que residência não é obrigatória para atuação como na medicina humana. Além disto, a atualização constante do profissional é de extrema importância mediante ao avanço da medicina dia após dia.  

Assim, o candidato à profissão de médico veterinário deve ter em mente que a graduação e a vida profissional exigem dedicação e disponibilidade para uma rotina muitas vezes intensa, mas gratificante, visto que o amor e a empatia aos animais, o que geram o interesse pelo curso, estão sempre presentes no dia a dia do profissional. 


Liliane de Freitas Benetti Rocha

medica veterinaria

Médica veterinária clínica geral de pequenos animais, graduada pela Universidade Metodista de São Paulo e pós-graduada em clínica médica de pequenos animais e pós graduanda em endocrinologia e metabologia pela Anclivepa – SP.



One response

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *